Estão abertas as inscrições para Polícia Militar de SP

Essa notícia é para você que sempre quis ser um(a) policial militar. Já estão abertas as inscrições para a realização de concurso público da PM/SP com 2.200 (dois mil e duzentos) vagas ao cargo de Soldado PM de 2ª Classe. Os aprovados em todas as fases do concurao irá frequentar o Curso Superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública (Curso de Formação de Soldados – CFSd).

Para realizar a sua inscrição, você pagará um valor de R$ 50,00 (cinquenta reais), a inscrição deverá ser realizada somente pela internet, no site da fundação Vunesp www.vunesp.com.br, no período das 10h00 de 04 de outubro de 2017 às 23h59 de 06 de novembro de 2017.

O período para pedido de redução da taxa de inscrição será das 10h00 de 04 de outubro de 2017 às 23h59 de 05 de outubro de 2017.

Maiores informações sobre o Edital de Concurso poderão ser encontradas no Diário Oficial do Estado, Executivo – Caderno 1 – pagina 204, por meio do link: https://www.imprensaoficial.com.br

Caso queira saber mais sobre a carreira policial, acesse o site QSP e faça parte do nosso grupo de estudos no whatsapp.

Preencha o cadastro no site e comece a estudar utilizando apostilas em PDF disponíveis no site QSP.

Boa sorte.

Acredite em você. Você quer, você pode.

Concurso do TCE-SP

Tribunal de Contas do Estado de São Paulo(Concurso TCE SP) divulgou no Diário Oficial desta quarta-feira, dia 20 de setembro, o edital TCE SP para abertura de concurso público para as carreiras de Agente da Fiscalização e Agente da Fiscalização – Administração. 

São oferecidas 133 vagas, além das que surgirem na validade do certame.

A organizadora é a Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Fundação VUNESP e as inscrições ficarão abertas das das 10 horas do dia 28 de setembro às 23h59min de 31 de outubro de 2017. 

O valor da taxa de inscrição é de R$ 57,00 (cinquenta e sete reais), por cargo em concurso. 

O boleto deve ser pago até o dia 1º de novembro.

No grupo de Whatsapp QSP vamos divulgar nas próximas semanas algumas apostilas em PDF para ajudar você que vai prestar o concurso.

Para ser membro do grupo QSP basta acessar nosso site enviar seus dados preenchendo o formulário e aguardar o link do grupo.

PC/SP Edital ainda esse ano

Concurso PC SP é ANUNCIADO pelo secretárioVamos acreditar!Não é a primeira vez que ouvimos isso.

Boa notícia para quem pretende participar dos próximos concursos públicos para ser realizados pela policia civil de São Paulo.

 Na última sexta-feira, dia 25, o secretário de Segurança Pública, Mágino Alves, revelou que o edital deve ser lançado até final do ano e as vagas preenchidas até 2018.

Além disso, nos próximos quatro meses serão chamados os candidatos aprovados no concurso de 2013, para ocupar 64 postos de delegado, 258 de escrivão e 902 de investigador (um terço disso na capital). As informações foram prestadas ao portal Veja.

Em abril, o governador Geraldo Alckmin autorizou a nomeação de nada menos do que 1.118 aprovados nos últimos concursos da instituição. A nomeação de remanescentes já constava no pedido encaminhado em 2016 pela corporação para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP), para o preenchimento de 4.438 postos, sendo 2.364 para remanescentes e 2.074 para autorização de novos concursos.

As 1.118 novas nomeações são para os cargos de delegado (74), investigador (321), escrivão (527), médico legista (57), perito (61), técnico de laboratório (16) e oficial administrativo (62).

Solicitação concurso Polícia Civil SP (PC SP)

A corporação conta com um pedido, que tramita desde maio, na Secretaria de Gestão Pública (SGP/SP) para o preenchimento de nada menos do que 4.438 vagas em 2017, sendo 2.074 para preenchimento por novas seleções e 2.364 para convocação de remanescentes de concursos já realizados.

Das 2.074 solicitadas para novos concursos, 253 são para cargos com exigência de ensino médio e 1.821 para carreiras com necessidade de nível superior, que oferecem remunerações iniciais que variam de R$ 3.365 a R$ 10.079,28, com jornadas de trabalho de 40 horas semanais.

Especialidades concurso Polícia Civil (PC SP)

Médio

Para quem possui ensino médio, a solicitação de novos concursos da Polícia Civil/SP é para as carreiras de fotógrafo técnico pericial (com 86 oportunidades), desenhista técnico pericial (40), atendente de necrotério policial (59) e auxiliar de necropsia (68).Somente para o cargo de atendente de necrotério, a remuneração inicial é de R$ 3.365, já considerando R$ 571,51 de adicional de insalubridade. Para fotógrafo, desenhista e auxiliar de necropsia, o inicial é de R$ 4.023,29, já com o complemento.

A diferença salarial do atendente de necrotério para os demais cargos se deve à lei complementar 1.249, de 3 de julho de 2014, que altera de ensino fundamental para médio a exigência para os cargos de agente, atendente de necrotério e auxiliar de papiloscopista, sem compatível alteração salarial.

Superior

Para nível superior, as 1.821 vagas para novos concursos da Polícia Civil/SP são para os cargos de investigador de polícia (1.012), escrivão de polícia (296), perito criminal (329), médico legista (104) e delegado de polícia (80).Para estas carreiras, as remunerações iniciais são de R$ 4.171,49 para escrivão, R$ 8.538,49 para perito e legista e R$ 10.079,28 para delegado, já com o adicional.

No caso de cargos de nível superior, o pedido também conta com 1.999 vagas para nomeações de remanescentes, sendo 153 para delegado, 140 para médico legista, 222 para perito criminal, 406 para investigador de polícia e 1.078 para escrivão de polícia.

TJSP abre concurso para 590 vagas de nível médio

Foi divulgado a abertura de concurso público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) apoiado pela Fundação VUNESP, a fim de preencher 590 vagas ao cargo de Escrevente Técnico Judiciário (ensino médio completo).

O salário inicial é de R$ 4.473,16 incluindo benefícios: alimentação, saúde e transporte.

Os Escreventes Técnicos executam atividades relacionadas à organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo às unidades do TJ, dão andamento em processos judiciais e administrativos, atendem ao público interno e externo, elaboram e conferem documentos, controlam a guarda do material de expediente, atualizar-se quanto à legislação pertinente à área de atuação e normas internas.

As vagas disponíveis são para as 1ª e 4ª Regiões Administrativas Judiciárias, compostas pelas circunscrições judiciárias de: São Paulo, São Bernardo do Campo, Diadema, Santo André, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, Osasco, Carapicuíba, Barueri, Jandira, Santana de Parnaíba, Guarulhos, Arujá, Mairiporã, Santa Isabel, Mogi das Cruzes, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Poá, Suzano, Itapecerica da Serra, Cotia, Embu das Artes, Embu Guaçu, Itapevi, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista, Campinas, Cosmópolis, Paulínia, Valinhos, Vila Mimosa, Jundiaí, Caieiras, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Francisco Morato, Franco da Rocha, Itatiba, Itupeva, Louveira, Várzea Paulista, Vinhedo, Bragança Paulista, Atibaia, Jarinu, Nazaré Paulista, Pinhalzinho, Piracaia, Mogi Mirim, Artur Nogueira, Conchal, Itapira, Mogi Guaçu, Rio Claro, Brotas, Itirapina, Limeira, Araras, Cordeirópolis, Pirassununga, Leme, Porto Ferreira, Santa Rita do Passa Quatro, Piracicaba, Capivari, Cerquilho, Laranjal Paulista, Monte Mor, Rio das Pedras, São Pedro, Tietê, São João da Boa Vista, Aguaí, Espírito Santo do Pinhal, Vargem Grande do Sul, Americana, Hortolândia, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré, Amparo, Águas de Lindóia, Jaguariúna, Pedreira, Serra Negra e Socorro.

O período de inscrição será do dia 10 de abril a 17 de maio de 2017, por meio do acesso ao site da VUNESP (www.vunesp.com.br), o valor da inscrição é de R$ 68,00.

O concurso será aplicado em duas fases: prova objetiva com 100 questões de múltipla escolha, prevista para o dia 02 de julho de 2017, e prova prática, aplicada somente aos candidatos habilitados e melhores classificados na prova objetiva.

As questões da avaliação escrita objetiva serão de língua portuguesa, conhecimentos em Direito e conhecimentos gerais (confira a lista completa de conteúdos no final desta notícia). Já a prova prática consistirá de formatação de um texto preestabelecido e digitação de um texto, conforme as especificações estabelecidas no edital.

O período de vaidade do concurso é de 12 meses podendo ser prorrogado por igual tempo, dependendo do interesse do serviço e da disponibilidade orçamentária do TJSP.

Segundo especialista, o concurseiro que inicia os estudos antes do edital tem 50% mais chance de ser aprovado. O segredo é estudar com apostilas, provas anteriores e exercícios.

Mais um golpe.”Netflix por 1 ano Grátis”

Uma mensagem está rolando no Whatsapp informando que a ​Netflix está dando um ano de assinatura grátis!

Se você receber essa mensagem pelos grupos de WhatsApp, não clique. Esse é mais um tipo de golpe que cibercriminosos usam para driblar a segurança e infectar Smartphones e Tabletes para roubar dados de usuários.

Quando receber mensagem desse tipo, você deve desconfiar e checar a veracidade. Uma dica é você verificar a origem do link ou acessar a página da empresa no Facebook ou no próprio site da empresa para ver se realmente aquela oferta existe de verdade.

Ajude divulgar essa mensagem, informe seus amigos sobre esse golpe para que eles não cliquem em links falsos.

Caso o seu celular esteja lento, passe um antivírus e remova os links que recebeu.

Boa sorte,

Equipe QSP.

Responda Questões de Concursos Policiais

A melhor maneira de estudar para concursos é respondendo questões de concursos anteriores.

Responda as questões de concursos e confira as respostas no nosso Grupo QSP no whatsapp.

Se ainda não é inscrito, preencha o formulário e depois envie-nos uma mensagem pelo Whatsapp solicitando o link do Grupo.

(11) 98958-7479 QSP Administração

Formulário para participar do Quero ser Policial

Acompanhe as respostas no Grupo QSP no whatsapp. Veja as respostas dos membros.

Vamos colocar o gráfico das respostas e assim podemos analisar e verificar as necessidades de cada um.

Clique na questão e responda

1- Questão de Criminologia

2- Questão de Língua Portuguesa

3- Questão de Língua Portuguesa

4- Questão de Direito Penal

Faça uma Mini Prova da Polícia Civil

Faça uma Mini prova de SD Polícia Militar

Mini prova de Direito Constitucional

Quer fazer mais mini provas?  Acesse a Área do Contribuinte no site QSP e treine bastante com várias matérias.

PC/SP – Verba para novos concursos

O governador Geraldo Alckmin sancionou, no dia 29 de dezembro de 2016, a lei 16.347, que orça a receita fixa e despesas do estado para o ano de 2017. O texto final confirma a reserva de R$ 115,5 milhões para a Polícia Civil do Estado de São Paulo(PC/SP), em 2017, para a “realização de concursos pela Academia de Polícia para as diversas carreiras policiais, bem como de cursos deformação e aperfeiçoamento dos policiais integrantes da Polícia Civil”. O montante já estava previsto  no projeto de lei orçamentário, aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), em 21 de dezembro. Com isto, já reservadas as verbas necessárias para a realização dos novos certames, resta agora ao governador apenas autorizar as contratações

Polícia Civil/SP conta com um pedido, que tramita desde maio, na Secretaria de Gestão Pública (SGP/SP) para o preenchimento de nada menos do que 4.438 vagas em 2017, sendo 2.074 para preenchimento por novas seleções e 2.364 para convocação de remanescentes de concursos já realizados.


Das 2.074 solicitadas para novos concursos, 253 são para cargos com exigência de ensino médio e 1.821 para carreiras com necessidade de nível superior, que oferecem remunerações iniciais que variam de R$ 3.365 a R$ 10.079,28, com jornadas de trabalho de 40 horas semanais

Desejamos a todos uma Feliz Páscoa

A Equipe QSP vem através desta mensagem, desejar a todos os amigos e amigas do QSP, uma Feliz Páscoa.

A todos os nossos Contribuintes, que acreditam no nosso projeto, desejamos que nesta data tão especial, Jesus Cristo possa derramar sobre cada um de vós, muitas benção e que vossos sonhos sejam conquistados em breve.

Sabemos que muitos estão viajando e curtindo o feriadão com seus familiares e por isso deram uma pausa nos estudos. Nós também estamos curtindo o feriadão porque  ninguém é de ferro.

Semana que vem voltaremos com muitas novidades, apostilas novas e videos.

Attenciosamente,

Equipe QSP

Até quando vamos ver a Polícia sofrer?

Com grande pesar que escrevemos esta publicação. Lamentamos profundamente a morte do  Agente da Policia Civil (R.R.R) que foi vítima de homicídio essa semana.
Na semana passada, policiais militares também foram vítimas de criminosos na Zona Leste. Hoje, mais um guerreiro da gloriosa polícia civil, juntamente com seu filho, foram alvos de criminosos.

A pergunta é: até quando?

Até quando vamos ver o Estado sendo omisso com baixa de policiais? Sabemos que as condições de trabalho são precárias e muitas vezes, policiais saem sozinhos para efetuarem diligências, ocasionando as cenas lastimáveis que vemos.

Viaturas velhas, sucateadas. Armamentos defeituosos.

Está na hora de lutarmos por justiça. De cobrarmos dos governantes que dêem ao menos uma condição digna de trabalho àqueles que arriscam suas vidas por tão pouco.

Concursos parados há anos. Previsão de concursos que nunca acontecem. Aprovados esperando serem nomeados e muitos outros casos claros de descaso com a segurança pública.

O que podemos pedir a todos é que nas próximas eleições, pensem bem antes de votar. Nossa segurança está comprometida não é de hoje.

Só nos resta lamentar pelas perdas e pedir a Deus que conforte o coração de familiares e amigos.

#forçapoliciaiscivis

#avidadopolicialimporta

10 métodos de estudo para ser aprovado.

Descubra os 10 melhores métodos de estudo para se preparar para concursos

 

Um Grupo de psicólogos norte-americanos analisou 10 técnicas de estudo de acordo com o nível de eficiência de cada uma

 

Você é desses que estuda sempre com uma caneta em mãos para grifar tudo o que vê pela frente, ou adora fazer resumos para fixar o conteúdo da matéria? Mesmo assim, não acha que está rendendo nas provas o quanto gostaria? Pois é, talvez você esteja estudando errado. Isso foi o que mostrou uma pesquisa desenvolvida por um grupo de psicólogos nos Estados Unidos.

 

De acordo com os pesquisadores norte-americanos, hábitos como grifar textos ou fazer resumos, por exemplo, têm pouca eficácia na hora dos estudos. De acordo com a análise, as técnicas mais úteis são a realização de testes práticos, como os simulados, e a distribuição organizada dos estudos, ou seja, não deixar tudo para a véspera das provas.

 

A pesquisa analisou, no total, a utilidade de dez métodos de estudo e dividiu cada um deles em três categorias, de acordo com a sua eficiência: utilidade baixa, moderada e alta. O trabalho foi publicado pela Association for Psychological Science, uma organização norte-americana não lucrativa.

 

Os especialistas tiveram a preocupação de escolher técnicas que pudessem ser implantadas sem nenhum tipo de assistência adicional, ou seja, sem a necessidade de equipamentos de última geração ou sem a ajuda de um professor particular, por exemplo. “Pode requerer algum treinamento para aprender a usar as técnicas com fidelidade, mas, a princípio, os estudantes estão aptos a usar as propostas sem supervisão”, explicam os pesquisadores.

Veja abaixo como você pode usar cada método para aperfeiçoar seus estudos!

 

Utilidade

Técnica

Alta

1- Testes práticos

O que é: Responder a questões sobre um assunto, como, por exemplo, fazer um simulado para testar seus conhecimentos sobre as matérias estudadas. 

Os pesquisadores apontam que as qualidades dessa técnica estão justamente na variedade de formatos que ela pode tomar: questões de múltipla escolha, testes do tipo “preencha a lacuna”, questões dissertativas, entre outras. Duas variáveis aumentam a eficiência da técnica. A primeira: quanto mais testes, melhor. A segunda diz respeito a repetir o teste aplicado quando você não acerta a questão. Ver a mesma pergunta, mas depois de um tempo e não logo depois de tê-la visto pela primeira vez (isso ajuda na fixação do conteúdo).

 

Alta

2- Prática distribuída de estudos 

O que é: Programar um cronograma de estudos distribuídos ao longo do tempo. 

Muitos estudantes acham que estudar tudo de uma vez, durante horas seguidas, pode ser eficiente, mas pesquisas indicam que, a longo prazo, deixar tudo pra última hora não funciona. Os especialistas identificam o padrão de “procrastinação” na maioria dos estudantes, por isso, apesar da prática distribuída dos estudos ser muito eficiente, ela quase nunca é usada por conta desse comportamento natural dos alunos, de só estudar quando as provas estão chegando.

 

 

Média

3- Elaboração de perguntas

O que é:
 Criar perguntas que expliquem os “porquês” de um fato: “por que isso é verdade?”, “por que isso faz sentido?”. 

No momento que você elabora essas questões enquanto estuda, você adiciona novas informações a conhecimentos que você já possuía. Desse modo, essa técnica se mostra mais eficiente entre os estudantes mais velhos, principalmente do ensino superior e do Ensino Médio. Para elaborar perguntas relevantes, é preciso estar minimamente familiarizado com o assunto, por isso esse método não é muito útil para estudantes das primeiras séries do Ensino Fundamental, por exemplo. Quando você já conhece o tema, você consegue criar questões mais aprofundadas, que geram explicações mais complexas sobre a veracidade do fato.

 

Média

4- Explicar o conteúdo para si mesmo

O que é: É como pensar em voz alta. Trata-se de explicar como as novas informações se relacionam a conteúdos já aprendidos ou explicar o passo a passo da lição. 

A técnica só dá certo se você entender o assunto e conseguir decodificar o que está aprendendo. Isso significa que não adianta apenas falar em voz alta o texto fazendo uma paráfrase, ou seja, trocando algumas palavras.

 

Média

5- Estudo intercalado de diferentes conteúdos

O que é: Misturar diferentes matérias em uma mesma sessão de estudos. 

Geralmente, o aluno estuda um conteúdo até terminar todos os itens que fazem parte do assunto. Uma das justificativas para a eficiência do método é que o estudante, ao retomar um tema visto anteriormente, acessa a memória de longo prazo e força o cérebro a lembrar de algo que não foi visto nos últimos minutos, ajudando a fixar o conteúdo.

 

Baixa

6- Resumo

O que é: Reescrever um texto, colocando apenas o essencial e o que é mais importante sobre o conteúdo. 

O grande problema para a implementação dessa técnica é que nem sempre o estudante consegue saber quais são as ideias principais de um texto. Isso pode acontecer tanto por não ter feito uma boa interpretação durante a leitura, como por não saber extrair o essencial em um resumo e, com isso, acabar apenas reescrevendo o texto todo com outras palavras.

 

 

 

Baixa

7- Grifar textos

O que é: Marcar porções importantes do texto enquanto está lendo o material (vale tanto sublinhar quanto usar marcadores coloridos).

Os problemas dessa técnica estão relacionados em parte à de resumo: é preciso saber o que é importante grifar. Outra questão é a quantidade de texto sublinhado. Muitos estudantes grifam grandes blocos, de modo que não se consiga distinguir muito bem o que está destacado. Esse “excesso” prejudica a capacidade de lembrar o que foi selecionado.

 

Baixa

8- Associação mnemónica

O que é: Usar palavras-chave mnemônicas (para recordar) na aprendizagem de vocabulário em língua estrangeira ou o uso de imagens mentais associadas a um conteúdo verbal específico. Por exemplo, para lembrar a ordem dos planetas, usar frases como “Minha Vó Tem Muitas Jóias; Só Usa No Pescoço”. 

Essa prática, no entanto, apresenta algumas limitações: não são todos os conceitos que podem se transformar em imagens e, segundo estudos, esse método pode não ser muito eficiente para a memorização a longo prazo.

 

Baixa

9- Associação de imagens com textos

O que é: Tentar formar imagens mentais ou fazer desenhos enquanto estuda ou escuta o professor na aula. 

A técnica pode ajudar a formar uma narrativa, de modo a organizar o assunto de uma maneira mais clara a partir das imagens. A associação de imagens foi classificada como de baixa utilidade porque os pesquisadores não conseguiram identificar com clareza em quais situações o método dá certo.

 

Baixa

10- Releitura

O que é: 
Depois de uma leitura inicial, reler o texto para relembrar os detalhes. 

Estudos analisados revelaram que é melhor dar uma pausa maior entre a leitura e a releitura do que já reler logo após terminar o texto (esperar 2 ou 4 dias para retomar o material). No entanto, apesar da “facilidade” de se executar essa técnica (não requer muita habilidade, você só precisar ler de novo), a técnica é muito ineficaz quando comparada a outras citadas por aqui, segundo os pesquisadores. 

A Ponte entre o seu sonho e a realidade